07 de Janeiro de 2020

A Editora Intrínseca não perde tempo mesmo!

Aproveitando o sucesso da adaptação da trilogia de Jenny Han pela Netflix, a Intrínseca divulgou que os livros ganharão uma nova roupagem, ou melhor, uma sobrecapa com o tema do filme para alegrar ainda mais os fãs da protagonista.

leia mais

postado por lucasadminst
compartilhe o post:  
comentários
06 de Janeiro de 2020
Ela roubou uma vida. Agora deve pagar com o coração. Nesse misto de A Bela e A Fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance. Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados.

l RESENHA: CORTE DE ESPINHOS E ROSAS – SARAH J. MAAS

Editora: Galera Record

Gênero: Romance, fantasia.

Páginas: 555

Nota: 9.0/10.0

leia mais

postado por lucasadminst
compartilhe o post:  
comentários
06 de Janeiro de 2020
Leah MacKenzie, de 17 anos, não tem coração. O que a mantém viva é um coração artificial que ela carrega dentro de uma mochila. Com seu tipo sanguíneo raro, um transplante é como um sonho distante. Conformada, ela tenta se esquecer de que está com os dias contados, criando uma lista de coisas para fazer antes de morrer . De repente, Leah recebe uma segunda chance: há um coração disponível! O problema é quando ela descobre que o doador é um garoto da sua escola e que supostamente se matou! Matt, o irmão gêmeo do doador, se recusa a acreditar que Eric se suicidou. Quando Leah o procura, eles descobrem que ambos têm sonhos semelhantes que podem ter pistas do que realmente aconteceu a Eric. Enquanto tentam desvendar esse mistério, Matt e Leah se apaixonam e não querem correr o risco de perder um ao outro. Mas nem a vida nem um coração transplantado vem com garantias. Quem diria que viver exige mais coragem do que morrer?

l RESENHA: EU E ESSE MEU CORAÇÃO – C. C. HUNTER

Editora: Jangada

Gênero: Romance, mistério.

Páginas: 424

Nota: 5.0/10.0

leia mais

postado por lucasadminst
compartilhe o post:  
comentários