20 de Abril de 2019

E já vamos chegar chegando!

Quem aqui não gosta de um bom romance? Eu mesmo sou aquele tipo de pessoa que não pode ver um casalzinho na capa do livro que já saio lendo a sinopse, porém, muitas vezes somos conquistados por aquelas obras que estão causando mais barulho entre os leitores.

Por isso, hoje eu resolvi listar os romances mais clichês que eu já li, mas calma, não estou usando o termo “clichê” de uma forma ruim, longe disso, apenas uso porque todos os livros seguem o mesmo padrão: Romance, e a maioria dos/das leitores/as são o mesmo, então bora conferir?

1º A Culpa é das Estrelas – John Green

Vai dizer que não tenho razão? John Green abalou nossos corações há alguns anos e conquistou um exército de fãs que o persegue até hoje, porém seu maior livro veio de um romance adolescente, puro e com uma pitada de humor, mas nada de novo sob o sol. Se você pegar a formula da história vai conseguir entender que é apenas uma linda trama com dois personagens apaixonados que tem um amor impossível. Típico, não?

Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

 

2º Como eu era antes de você –  Jojo Moyes

Eu sei que vocês devem estar me odiando, mas Jojo Moyes é sim uma das mais clichêzonas que eu conheço. Porém, preciso confessar, sou extremante apaixonado por Como eu era antes de você, porque mesmo sendo um livro de romance nada original, ela tem uma escrita mega, ultra, super fofa, e mesmo sabendo o que irá acontecer ela consegue nos prender fazendo com que continuamos a leitura e isso é extremante importante!

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.

Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

 

3º 50 Tons de Cinza – E.L. James

Esse, até vocês não podem discordar! E.L. James aflorou o desejo sexual em muita gente, mas vamos lembrar que tirando a base erótica a história é apenas algo já contado por diversos outros autores, por exemplo: Sylvia Day. Mesmo se tornando um fenômeno, tanto nas livrarias como nos cinemas, 50 Tons já traz aspectos que muitos outros livros já trouxe, E.L. James apenas teve sorte em lançar a história certa na hora certa. Mas nós adoramos, né?

Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja — mas em seus próprios termos.Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso — os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família —, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.

 

4º Para todos os garotos que já amei –  Jenny Han

Resultado de imagem para para todos os garotos que já amei

Esse livro é a personificação de clichê adolescente, porém é um dos meus favoritos, e não é porque anda famosinho não, é que por certo motivo, que eu não irei contar kkk eu me identifico horrores com ele, e mesmo sendo um romance bobo achei original da autora a forma com que ela encaixa todos os pontos da trama.

Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar

 

5º A Barraca do Beijo – Beth Reeckles

Imagem relacionada

Please, não gritem comigo, mas vocês não podem negar que esse livro é um dos mais clichês atualmente, o romance é fofo e muitas de vocês desejam uma história como essa, mas não podemos esconder o fato da trama ser completamente “rodada”. Uma garota que tem o coração conquistado por um bad boy? Miga, por favor!

ELLE EVANS é o que toda garota quer ser: bonita e popular. Mas ela nunca foi beijada. NOAH FLYNN é lindo e um tanto quando bad boy – tá, o maior bad boy da escola – e o rei dos joguinhos de sedução. A verdade é que Elle sempre teve uma queda pelo jeito descolado de Noah, que, por coincidência, é o irmão mais velho de seu melhor amigo, Lee. Essa paixão cresce ainda mais quando Elle e Lee decidem organizar uma barraca do beijo no festival da Primavera da escola e Noah acaba aparecendo por lá. Mas o romance desses dois está bem longe de ser um conto de fadas. Será que Elle vai acabar com o coração partido ou conseguirá conquistar de vez o bad boy Noah?

E essa foi a nossa lista da semana, espero que todos e todas tenham gostado, mesmo comigo falando mal de alguns kkk faz parte! Semana que vem tem mais!

postado por lucasadminst
compartilhe o post:  
comentários