22 de Agosto de 2018
A vida de Belly é medida em férias de verão. Para ela, todas as coisas boas só acontecem entre os meses de junho e agosto, quando está na casa de praia junto a Susannah, única e melhor amiga de sua mãe e uma espécie de tia, e seus dois filhos, Jeremiah e Conrad. Mais do que irmãos postiços e companheiros de férias, os filhos de Susannah tornaram-se o centro das suas emoções. A véspera do aniversário de 16 anos de Belly marca também o fim daquele que parece ser o último verão onde estarão todos reunidos em Cousins Beach. A partir do ano seguinte todos estarão ocupados demais e talvez algum deles já nem esteja mais entre nós... Depois de ler, pude entender porque o John Green defende tanto esta obra ao ponto de as vezes, se mostrar obsessivo. Quem é você, Alasca? Nos traz um personagem cansado de vários fatores da vida que vê uma oportunidade de trilhar um novo caminho ao se mudar de escola, mas não enxergue isso como algo clichê, mas sim como algo que todos os leitores conseguem se identificar de forma simples e objetiva.


I RESENHA: O Verão Que Mudou Minha Vida

Editora: Galera Record
Ano da edição: 2009
Nota: 3.8 / 5.0

 

O titulo do livro faz todo o sentido com a história, pois de cara somos apresentados a um ambiente quente e envolvente, refletindo tudo aquilo que há de melhor no verão americano. A autora tem uma escrita leve, contagiante que nos faz ler sem pensar em parar. E o melhor, é que mesmo sendo uma obra direcionada aos jovens, ela nos traz uma grande carga emocional, que torna a história ainda mais intensa.

A história se passa em Cousins Beach, onde conta a história de Belly, uma adolescente de quinze anos que passa os verões na casa de Susannah, melhor amiga da sua mãe, com quem ela tem um vínculo maternal muito forte.

“… foi um verão que eu nunca mais esqueci. Foi o verão em que tudo começou. Foi o verão em que fiquei bonita. Porque, pela primeira vez, me senti assim, bonita. A cada verão até este, eu acreditava que as coisas seriam diferentes. A vida seria diferente. E naquele verão finalmente foi. Eu fiquei diferente”.

Belly visita Susannah desde que era uma garotinha, e por isso sempre foi muito mimada por todos ao seu redor, inclusive por Conrad, sua paixão e Jeremiah, seu melhor amigo. Porém, as coisas saem do controle quando Belly desce do carro e se mostra uma bela jovem crescida e independente, pronta para se divertir e aprender a seguir em frente após uma grande perda.

Resultado de imagem para o verão que mudou minha vida

O livro segue o estilo adolescente descobrindo o amor e todos os desejos envolvidos, você pode até achar que a obra não passa de um clichê reescrito, mas a autenticidade da autora faz com que a obra se torne única e deliciosa, pois ela entrega seus diferenciais de forma simples e clara, nos fazendo sorrir e se emocionar a cada parágrafo.

“… muitas coisas podiam acontecer entre agora e depois. Lembrei-me de que eu ia precisar aproveitar aquele verão ao máximo, realmente esgotar tudo que pudesse fazer, caso nunca mais tivesse um igual. Afinal, logo completaria 16 anos. Estava ficando velha. As coisas não podiam continuar as mesmas para sempre”

O verão que mudou minha vida é totalmente escrito em primeira pessoa sob o olhar de Belly, que nos mostra a evolução feminina, trazendo uma personagem com conflitos internos aprendendo a puxar as rédeas da sua própria vida e se dedicando a autovalorização de um jeito delicado e sem tirar o foco principal da história.

Jenny Han é aquela típica autora que nos dá liberdade de conhecer profundamente os personagens e muitas vezes nos vemos envolvidos com eles, amando, odiando e se surpreendendo. A obra é um prato cheio para aqueles que adoram passar o tempo com um bom romance juvenil nas mãos.

SUPER RECOMENDO!!!

postado por lucasadminst
compartilhe o post:  
comentários